ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Agricultura
    Água para as famílias rurais: Incaper incentiva Programa Cisternas no campo O Incaper também vai integrar outros dois projetos já em execução no campo pela equipe do instituto e que atendem a famílias rurais em pobreza e extrema pobreza.
    (Foto: Divulgação/ Incaper)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    02 de Julho de 2018 às 07h43

    O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) vai integrar o Programa Cisternas às suas ações no campo. Anunciado na manhã de quinta-feira (28) pelo Governo do Estado, o programa prevê a construção de 2808 cisternas de placas de 16 mil litros para captação e armazenamento de água de chuva que beneficiará famílias rurais em pobreza e extrema pobreza.

    O Incaper também vai integrar outros dois projetos já em execução no campo pela equipe do instituto e que atendem a famílias rurais em pobreza e extrema pobreza. São eles o Dom Helder Câmara e o fomento às atividades produtivas rurais; ambos fomentados pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

    O Programa de Cisternas é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades) e a Secretaria de Agricultura, Aquicultura, Abastecimento e Pesca (Seag) e será executado em 57 municípios por meio de convênio com o MDS.

    Durante a solenidade, o governador Paulo Hartung lamentou o cenário de desigualdade social do país e defendeu a necessidade de políticas públicas que mudem o atual cenário e permitam oportunidades para todos os desvalidos das terras capixabas e brasileiras. “Hoje estamos disponibilizando R$ 30 milhões para assistência social. Com estes recursos estamos fazendo três programas importantes rodarem, simultaneamente, em um momento difícil que o país atravessa. Este é um passo importante para o país se tornar menos desigual”, destacou.

    Nara Sthefania Tedesco relatou a satisfação em saber que o projeto contribui significativamente para a vida das famílias rurais. "Fico muito orgulhosa em saber que ao Incaper foi confiada a participação no Programa de Cisternas, em que iremos incentivar essa política pública para mais de 1800 famílias distribuídas em 35 municípios de Norte a Sul do Estado e destas, já temos 1300 famílias cadastradas nos dois projetos do Incaper e que serão continuamente incentivadas a adotar as cisternas, a partir de um trabalho conjunto dos nossos extensionistas presentes nos 78 municípios capixabas”, explicou.

    O Projeto Dom Helder Câmara é uma política pública criada em 2001, a partir de um acordo de Empréstimo Internacional firmado entre a República Federativa do Brasil e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), gerido nacionalmente pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) e executado pela Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) junto aos Estados da Federação.

    De acordo com a coordenadora do Projeto Dom Helder no Incaper e gerente de Integração e Acompanhamento de Projetos da Instituto, Pierângeli Aoki, o Incaper ampliou, intensificou e qualificou as ações de assistência técnica e extensão rural para atendimento das famílias rurais em vulnerabilidade social.

    “O projeto começou a ser executado no Espírito Santo em novembro de 2017 e tem vigência até abril de 2020. Já são 800 famílias cadastradas que se enquadram nos quesitos pobreza e extrema pobreza da região da Sudene do Espírito Santo. Mais de 80 técnicos do Incaper atuam no projeto e irão assistir a 1008 famílias ao todo”, afirmou.

    A extensionista do Incaper e gerente de Agroecologia do Instituto, Andressa Alves, lembrou que, no Programa Fomento às Atividades Produtivas Rurais, de 2012 até 2017 foram atendidas 830 famílias e, neste ano, foram cadastradas, até agora, 500 famílias. “A meta para este ano é de 800 famílias, com prioridade para os quilombolas, indígenas e pescadores, ou seja, são povos e comunidades tradicionais”, afirmou.

    Os dois projetos oferecem um fomento de R$ 2400 por família para a estruturação e implementação de atividades produtivas que venham a gerar renda ou colaborar para a segurança alimentar e nutricional da família, como hortas ou criação de pequenos animais, agroindústrias, entre outros.

    Na ocasião, o governador Paulo Hartung anunciou melhorias dos equipamentos da assistência social, execução do programa compra direta de alimentos e construção de cisternas. Todos os municípios capixabas serão contemplados com o montante, para melhorar a rede socioassistencial e o serviço prestado ao cidadão.








    Fonte:Incaper

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.