ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Cachoeiro de Itapemirim
    Vacinação contra a pólio e o sarampo começa na segunda (6) A campanha de vacinação nas unidades de saúde com salas de vacinação vai até 31 de agosto
    (Foto: Divulgação/PMCI)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    31 de Julho de 2018 às 07h46

    Na próxima semana começa em Cachoeiro a campanha de vacinação contra o sarampo e poliomielite (paralisia infantil). Todas as crianças de 1 ano até menores de cinco anos (4 anos, 11 meses e 29 dias) devem ser levadas às unidades de saúde com sala de vacina, a partir de segunda (6) para se imunizarem. O objetivo do Ministério da Saúde é aumentar a cobertura contra as doenças no Brasil.

    Apesar de a poliomielite já estar erradicada do território nacional, é preciso levar as crianças para se vacinarem, pois há possibilidade de surgirem novos casos, se a cobertura não atingir os números desejados. Foi o que já aconteceu com o sarampo: os pais deixaram de levar seus filhos aos postos e a doença voltou.

    "Já foram registrados casos no Rio de Janeiro. De lá para cá é um pulo. Estamos muito perto e temos que tomar cuidado. A vacina é dada, pela primeira vez, aos 12 meses, com a aplicação da tríplice viral, que imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba, e aos 15 meses, com a aplicação da tetra que imuniza contra sarampo, rubéola, caxumba e varicela. É bastante eficaz e garante proteção em 99% dos casos”, conta a coordenadora de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Horminda Gonçalves.

    Independente da situação do Cartão de Vacinação da criança, os pais devem levar seus filhos de até cinco anos às unidades de saúde com salas de imunização até 31 de agosto, mesmo que já tenham tomado as duas doses, pois a ordem é oferecer a vacina, indiscriminadamente. Até porque a doença é séria e pode levar à morte.

    Capacitação

    Profissionais da área da saúde de Cachoeiro de Itapemirim estão melhores preparados para combater um possível retorno do sarampo, que ameaça chegar ao estado do Espírito Santo, em virtude da cobertura vacinal de algumas áreas. Agentes comunitários de saúde, médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem daqui e de outras cidades da Região Sul passaram o sábado (28) em estudo sobre o assunto, no Centro Universitário São Camilo. 

    A aula foi conduzida pelo ex-professor e pediatra da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e membro da Comissão Nacional contra o sarampo do Ministério da Saúde, Ronaldo Ewald Martins, que chegou a atender casos de sarampo no passado, quando a doença era realidade no estado e causava vítimas fatais. Ele trouxe dados sobre a doença e explicou sobre os sintomas, ajudando a dar diagnósticos diferenciais de outras doenças exantemáticas (que causam manchas na pele).

    Os 130 profissionais presentes (120, só de Cachoeiro) aproveitaram a oportunidade para fazerem muitos questionamentos. "Ele trouxe vários dados sobre o sarampo que é uma doença antiga. Ela tem sintomas parecidos ao de outras doenças infecciosas. Sem capacitações como essa, ficaria difícil diagnosticar”, disse Horminda. 

    Unidades de saúde com sala de vacina

    1-Abelardo Machado

    2-Aquidaban

    3-Novo Parque

    4-Village da Luz

    5-Gilson Carone

    6-São Luiz Gonzaga

    7-Amaral

    8-União

    9-Recanto

    10-BNH de Cima

    11-BNH de Baixo

    12-Aeroporto

    13-Jardim Itapemirim

    14-Centro de Saúde

    15-Paraíso

    16-Otto Marins

    17-Zumbi

    18-Soturno

    19-Córrego dos Monos

    20-Burarama

    21-Pacotuba

    22-Itaoca

    23-Conduru

    24-Recanto

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.