ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Cachoeiro de Itapemirim
    Cachoeiro oferece tratamento gratuito para fumantes Para ter acesso, basta procurar a unidade mais perto de casa, onde será marcada uma consulta para a avaliação clínica
    (Foto: Divulgação/PMCI)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    29 de Agosto de 2017 às 09h13

    Nesta terça (29), o Brasil lembra a importância de evitar o cigarro, no Dia Nacional de Combate ao Fumo. Cachoeiro de Itapemirim é um dos municípios que estão engajados na luta para minimizar os impactos desse vício e oferece, gratuitamente, em 22 unidades básicas de saúde, um programa para ajudar aqueles que queiram se livrar do problema.

    Para ter acesso, basta procurar a unidade mais perto de casa, onde será marcada uma consulta para a avaliação clínica. Em seguida, o paciente passa a integrar o programa de Abordagem Intensiva e Tratamento do Fumante, que realiza atendimentos individuais ou em grupo, com quatro encontros semanais, duas sessões de manutenção quinzenais, além de encontros mensais. O objetivo é oferecer suporte emocional por 12 meses para que o paciente possa largar o cigarro.

    Ele também recebe suporte medicamentoso, preconizado pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) e Ministério da Saúde, consulta médica e de enfermagem. Entre os oferecidos, estão adesivos de nicotina 21 mg, 14 mg e 7 mg, goma de mascar 2mg e Bupropiona 150 mg, que pode sofrer variações de acordo com o grau de dependência de nicotina, estabelecida por meio do Teste de Fagerstron.

    Segundo a enfermeira referência técnica do Programa Municipal de Combate ao Tabagismo, Horminda Gonçalves, todo esse trabalho tem dado resultado, pois a prevalência de fumantes entre a população em geral vem caindo. “Enquanto em 2006 era de 33%, hoje está em 11%. Os números mostram que as campanhas educativas e ações de tratamento do fumante têm tido impacto positivo, graças ao empenho das secretarias estaduais e, principalmente, municipais, dentre as quais a de Cachoeiro”, conta.

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.
    Dra Izabela