ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Cachoeiro de Itapemirim
    Cachoeiro recebe pesquisa de viabilidade para voos comerciais A aeronave prevista é uma Grand Caravan EX, modelo mais usado nas operações regionais em território brasileiro, com dez lugares
    Autor: Rádio Conexão.ES
    02 de Março de 2018 às 13h03

    Aguardado há muitos anos, o início dos voos comerciais no aeroporto de Cachoeiro está bem mais próximo. Representantes de diversos setores da economia na região sul começam a contribuir, na próxima semana, para a pesquisa de viabilidade coordenada pela prefeitura, parte da etapa final para o município receber a autorização.

    Passaria a ser disponibilizado no aeroporto municipal Raimundo de Andrade o transporte de documentos, passageiros e encomendas. A aeronave prevista é uma Grand Caravan EX, modelo mais usado nas operações regionais em território brasileiro, com dez lugares.

    Todo o processo é conduzido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), junto às empresas aéreas interessadas e à Agência Nacional de Viação Civil (Anac).

    Serão 30 dias de pesquisa, com base em um questionário de preenchimento pela internet por cada firma ou grupo empresarial. O setor mais visado como público é o de rochas ornamentais, um dos principais da região, incluindo a indústria da área metalmecânica. Há também a expectativa de que os voos ajudem a fomentar o turismo e a facilitar o transporte de artistas e palestrantes que visitam cidades sul capixabas para shows e outros eventos.

    A previsão é de que, a partir de aprovação pela Anac, os primeiros voos comerciais ocorram no segundo semestre deste ano, segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Felipe Macedo. “Nossa equipe está empenhada e se sente muito satisfeita em fazer parte desse importante passo para Cachoeiro. A evolução da cidade tem o seu aeroporto em funcionamento entre as portas principais”, destaca.

     
    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.