ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Cachoeiro de Itapemirim
    Confira balanço das ações públicas na área da Cultura em Cachoeiro A Casa dos Braga foi transformada em museu.
    (Foto: Divulgação)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    27 de Dezembro de 2017 às 10h40
    (Atualizada) 27 de Dezembro de 2017 às 10h41

    Ao fazer um balanço de 2017, a Secretaria de Cultura e Turismo de Cachoeiro de Itapemirim (Semcult) destaca as ações de maior relevância para a população, como a reinauguração da Casa dos Braga, que, agora, também funciona aos fins de semana e feriados, a exemplo do que passou a ocorrer, hoje, com os demais centros culturais públicos do município.

    Avalia positivamente, ainda, a comemoração dos 150 anos de emancipação de Cachoeiro, o lançamento do projeto Novos Talentos, que atendeu dezenas de crianças e adolescentes em oficinas culturais, a modernização da Lei Rubem Braga, a série de atividades de mobilização para a Bienal Rubem Braga 2018 e a implantação do circuito de turismo urbano Viva Cachoeiro a Pé.

    “Apesar das adversidades naturais do primeiro ano de uma gestão, nós conseguimos boas realizações. Mas ainda há muito a fazer, principalmente no que se refere a restauro e manutenção dos nossos patrimônios culturais”, frisou a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.

    Confira os destaques do primeiro balanço anual da nova gestão da Semcult:

    Centros culturais 

    A Secretaria Municipal de Cultura entregou a reforma da Casa dos Braga, com a abertura do museu histórico da família Braga de Abreu. Para atender aos seus visitantes, seu espaço foi todo modernizado, sem que se comprometesse, porém, suas características originais, a exemplo de seu projeto arquitetônico.

    Também foi decisão da Semcult a abertura da Casa de Cultura Roberto Carlos, do Museu Ferroviário Domingos Lage e da Casa dos Braga aos sábados, domingos e feriados, o que vem impulsionando as visitações e atingindo um público em torno de 70% maior do que no ano anterior.

    Pela primeira vez, o município lançou um edital de ocupação dos centros culturais, para possibilitar a ampliação da oferta de atividades à população nesses espaços públicos. Além disso, deu início ao programa de modernização do Arquivo Público Municipal de Cultura,  com a digitalização e catalogação de 28 mil fotos. 

    O Teatro Municipal Rubem Braga recebeu, até novembro, 136 apresentações de peças teatrais, dança e shows musicais, que atraíram mais de 20 mil espectadores.  

    Aos domingos pela manhã, o Circo da Cultura, na Praça de Fátima, passou a ser palco para diversas atividades lúdicas oferecidas ao público infantil, garantindo às famílias de Cachoeiro uma opção gratuita de entretenimento de qualidade nesse dia. 

    Série de mobilizações pré-Bienal Rubem Braga 2018

    Com o intuito de mobilizar não só os moradores de Cachoeiro, mas também a população de outras cidades da região sul, para a sétima edição da Bienal Rubem Braga – que acontecerá em maio de 2018 –, a Secretaria Municipal de Cultura criou uma série de atividades.

    Uma delas é o projeto itinerante Pé de Livros, por meio do qual são realizadas ações de incentivo à leitura em praças e outros espaços públicos de bairros e distritos, além de cidades vizinhas. A outra é o lançamento do blog “Nas asas da borboleta amarela” (www.semcult.cachoeiro.es.gov.br), para incentivar novas produções de crônicas tanto em nível municipal, como nacional.

    A Semcult promoveu, ainda, o I Encontro Capixaba de Literatura Fantástica, envolvendo mais de 12 autores e um público de centenas de pessoas. O evento foi considerado, por críticos do gênero, como um dos maiores do Brasil neste ano.

    Revelação de talentos, registro de memórias e celebração dos 150 anos de Cachoeiro

    A Secretaria Municipal de Cultura lançou, também neste ano, o projetoNovos Talentos, que, em sua primeira fase, atendeu a cerca de 150 crianças e adolescentes com aulas gratuitas de música e teatro em seis bairros e distritos da cidade.

    Deu início ao projeto Cachoeiro de Memória, cujo objetivo é o registro de depoimentos, em áudio e vídeo, de personalidades importantes para a história do município, de diferentes perfis. Mais de 30 pessoas de relevância no cenário sociocultural local já foram entrevistadas.

    Além disso, organizou a comemoração dos 150 anos de emancipação do município, em 25 de março, em que resgatou a tradição do desfile cívico no Centro.

    Modernização da Lei Rubem Braga

    Outro ponto positivo da Semcult foi a modernização da Lei Rubem Braga, de fomento à produção cultural no município em 11 segmentos artísticos. O edital deste ano tornou-se mais claro, objetivo e, também, menos burocrático. 

    Destacam-se, ainda, a transparência maior do concurso e a velocidade na transferência das informações para os avaliadores, que, pela primeira vez, foram selecionados por meio de chamamento público. 

    Também com atuação inédita, a comissão de gerenciamento e fiscalização cumpriu, de fato, o trabalho de triagem dos projetos, o que significa que, das 125 propostas culturais protocolizadas, foram habilitadas para a etapa de avaliação somente aquelas que apresentavam toda a documentação exigida neste último edital.

    Circuito fomenta visitação a pé a pontos turísticos urbanos

    Em conjunto com Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), a pasta de Cultura implantou o Circuito Viva Cachoeiro a Pé, projeto para fomentar o turismo e, também, o comércio no município. O trajeto contempla 17 locais de interesse histórico e cultural da cidade.

    Além do circuito, lançado dentro da programação cachoeirense da Virada Turística Capixaba 2017, a parceria interssecretarial da prefeitura promoveu o Seminário “Educação Patrimonial – 1º passo”.

    Ambientação natalina atrai centenas de pessoas

    Por fim, tem a ambientação natalina da praça Jerônimo Monteiro, na região central, que é considerada inovadora e inédita na cidade. Tanto que por dia, aos fins de semana, o espaço tem recebido em torno de 600 visitantes.

    Outro destaque da pasta, em 2017, foi a restauração do tradicional chafariz da praça Jerônimo Monteiro, resgatando, assim, um dos principais pontos turísticos da cidade.

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.