ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Cidades
    Vereadores se unem e cobram solução para a serra de Soturno Os vereadores de Vargem Alta e Cachoeiro de Itapemirim participaram de uma reunião nesta segunda-feira (11)
    (Foto: Divulgação/CMCI)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    12 de Março de 2019 às 09h28
    (Atualizada) 12 de Março de 2019 às 10h17

    Vereadores de Vargem Alta e Cachoeiro de Itapemirim estiveram reunidos nesta segunda-feira (11), na Câmara de Vargem Alta para discutir e buscar soluções para acabar com os graves acidentes na serra de Soturno, especialmente no trecho conhecido como "curva da morte". O convite foi proposto pelo vereador Luciano Quintino (SD), que solicitou formalmente a colaboração da Câmara de Cachoeiro. 

    Segundo Luciano, esse esforço da Câmara de Vargem Alta já vem sendo feito desde o mandato passado de Governador, onde foram solicitadas providências para acabar com os graves acidentes. Agora, estão somando esforços com a Câmara de Cachoeiro e juntos buscam alternativa para que seja feita uma área de escape, caixa com brita, ou outra solução melhor.

    Luciano também explicou que pretendem solicitar a retirada dos radares, pois estes não estão contribuindo para evitar acidentes e devido ao limite de velocidade, 40 km/h, oferecem risco aos motoristas que transitam no local, especialmente a noite, pois precisam reduzir drasticamente a velocidade e podem ser assaltados. E para os veículos pequenos, são um risco caso algum caminhão perca o freio e desça desgovernado.

    Para tentar agilizar as providências, as duas casas legislativas vão redigir documentos requerendo a visita in loco do diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES), Luiz Cesar Maretto.  “Estamos unindo forças para solicitar ao DER que interfira de imediato, planejando e divulgando as medidas que serão tomadas em relação ao trecho da rodovia”, anunciou Alexon. presidente da Câmara de Cachoeiro.

     

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.