ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    COLUNISTAS Felipe Gobbi Vanini
    O Comediante
    Por Felipe Gobbi Vanini
    06 de Março de 2018 às 08h34

    Acordado de um sonho, por um sol a ultrapassar as barreiras da janela  com meras cortinas brancas, e o barulho da velha rodovia com os trens indo e voltando, levando e trazendo, bom, o dia começou para mim aliás me chamo Chico, mas as pessoas me conhecem como Senhor Chico o comediante.

    Acordei e me vesti ao contrário de palhaços muitos de nós comediantes não precisamos de uma roupa engraçada, porque temos a maior arma da comedia ao nosso lado a interpretação, e com ela  que saio a rua cumprimentando a velha Dona Rosa da Floricultura, ou o Senhor Arlindo do banco, sim são pessoas detestáveis, mais uso minha interpretação para abrir um sorriso no rosto por respeito, igual eles fazem a mim.

    O caminho para o trabalho é um pouco longo, porém vale a pena ir a pé, pois assim vejo a senhora Katia e em toda a sua gentileza esplêndida, cumprimento ela com um singelo bom dia e ela responde “ Só se for bom dia lá na China”, ela sempre acorda com o pé esquerdo acho, vejo também o velho vereador sempre muito produtivo, dormindo em sua cama dentro de sua casa que fica abeira da janela, o que proporciona aos visitantes uma janela babada completamente. 

    Pra  mim a melhor parte de ser comediante é ver as pessoas rirem, elas podem ter seus problemas em casa mais quando estão ali me ouvindo contar algo engraçado os problemas desaparecem como fantasmas deixando lugar ao espirito da alegria que é muito contagiante.  Agora é a minha hora de brilhar, cheguei ao velho Bar Monte Júpiter, e entrei me dirigindo ao salão onde as cadeiras já estão lotadas, subo ao palco como se fosse um cantor, mais ao contrário de cantar eu interpreto o meu dia de hoje, a  inspiração vem d o mundo porém a coragem e a força vem de nós mesmos, seja um comediante de alma faça você ou outra pessoa rir, pois é o maior privilegio do mundo fazer alguém rir, e é a maior desgraça fazer alguém ficar triste.

     

     

        

    Felipe Gobbi Vanini Felipe Gobbi Vanini tem 12 anos, mora em Vargem Alta e está no 7º ano do ensino fundamental. Ele é o escritor do livro "O Sonho de Rapidinho", que foi lançado em outubro de 2016.

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.