ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    COLUNISTAS Felipe Gobbi Vanini
    As Estrelas
    Por Felipe Gobbi Vanini
    03 de Novembro de 2017 às 15h37
    As estrelas não podem prever o futuro, porém mostram o passado, pois a luz da estrela mais próxima do nosso planeta  leva quatro anos para nos alcançar o que quer dizer que quando vemos qualquer estrela no céu a noite, vemos como ela era no passado, as estrelas iluminam a noite, fascinando os cientistas por décadas e até hoje continuam a surpreender.
     
    Muitas delas vagam pela galáxia sem rumo, sem destino, apenas seguindo a direção de onde quiser. As estrelas estiveram presentes em várias culturas pelo mundo a fora, os próprios índios as reverenciavam como deusas, algo que muitas culturas disseram e que é correto e que as estrelas podem mudar a vida dos seres humanos.  
     
    Há anos as estrelas dominam os céus, marcam as galáxias, auxiliam os viajantes a embarcar no mundo, como o Cruzeiro do Sul, os nomes das estrelas sempre têm um significado, muitas vezes eram homenageados a grandes fatos ou pessoas da mitologia grega, e diziam que após a morte de um grande homem ou mulher os deuses do Olimpo o honravam nomeando as estrelas ou constelações com aqueles nomes.
     
    Cientistas dizem que quanto mais forte é a luz de uma estrela, mais velha ela é, existem estrelas grandes como o sol e pequenas, porém quando uma estrela grande morre  grandes catástrofes pode acontecer,  uma das piores hipóteses é que ela vire um buraco negro, se um dia isso acontecer  com o sol, ele puxaria vários planetas em sua direção e os “engoliria ” inteiros, porém para o sol morrer vai demoras ainda muitos anos.
     
    Então percebemos que mesmo após milhares de anos as estrelas continuaram a nos observar, e há iluminar os dias e as noites, mesmo perante as superstições, existe sempre uma afirmativa entre elas que esta correta, as estrelas são importantes, como na ciência, porém não e apenas nisso que as estrela são importantes, elas são a inspiração para histórias pelo mundo inteiro.

    Felipe Gobbi Vanini Felipe Gobbi Vanini tem 12 anos, mora em Vargem Alta e está no 7º ano do ensino fundamental. Ele é o escritor do livro "O Sonho de Rapidinho", que foi lançado em outubro de 2016.

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.