ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Espírito Santo
    Hartung quer racionalidade política no país e repudia populismo Hartung palestrou durante o encontro anual promovido pelo Instituto Brasileiro dos Executivos de Finanças do Espírito Santo (IBEF-ES)
    (Foto: Divulgação/GovernoES)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    25 de Junho de 2018 às 07h37

    O governador Paulo Hartung defendeu, na manhã deste sábado (23), a necessidade do racionalismo na agenda política e econômica do país. Para Hartung, o país flerta com o populismo latino-americano.Hartung palestrou durante o encontro anual promovido pelo Instituto Brasileiro dos Executivos de Finanças do Espírito Santo (IBEF-ES). O tema deste ano foi Economia e Finanças. Política, Inovação e Tecnologia. O evento foi realizado no Hotel Bristol Vista Azul, Pedra Azul, em Domingos Martins.

    Durante o evento, o governador Paulo Hartung fez uma análise da recente história econômica do Estado durante o período de crise socioeconômica nacional. “Em 2014 vimos que o Brasil caminhava em uma direção equivocada e que, novamente, o Espírito Santo flertava com a desorganização. Corrigimos a rota. Fizemos o mais complexo ajuste das contas públicas. Tivemos que viver com incompreensões, mas valeu a pena. Desde o segundo semestre do ano passado começamos a crescer. Crescemos o dobro do país e estamos voltando a investir com recursos próprios”, analisou.

    Hartung também defendeu a necessidade da realização de reformas estruturantes para o país gerar emprego, ganhar competitividade sistêmica e voltar a crescer. “O Espírito Santo atravessa nos próximos anos uma aventura no Brasil porque está organizado. Estou trabalhando pela racionalidade no país. Não merecemos cair em mãos do populismo que marca a história da América Latina. Esse evento é importante para sairmos com a consciência que devemos militar a liderança coletiva para colocar o país em uma agenda transformadora e transforme o potencial do Brasil em empregos, renda e oportunidades”, destacou.

    IBEF

    O Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças - (IBEF) é uma instituição sem fins lucrativos que reúne os principais executivos de finanças do país. O IBEF tem como objetivo o desenvolvimento profissional e social através do intercâmbio de informações técnicas, dos interesses comuns nos negócios, da efetiva participação, da representatividade institucional e da formação de opinião.

    No Brasil, o IBEF conta com cerca de 5.000 associados, pertencentes às regionais de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Minas Gerais, Espírito Santo, Ceará, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Campinas. No Espírito Santo temos cerca de 450 associados, que representam as principais instituições financeiras e unidades empresariais e comerciais do Estado.







    Fonte: Governo ES

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.