ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Espírito Santo
    Polícia Militar do Espírito Santo celebra 183 anos com promoções e homenagens Nascida em 06 de abril de 1835, a mais antiga Instituição capixaba comemorou a data com promoções e homenagens.
    (Foto: Divulgação/ PMES)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    09 de Abril de 2018 às 08h57

    Com uma cerimônia militar realizada no Palácio Anchieta, em Vitória, a Polícia Militar do Espírito Santo celebrou o seu aniversário de 183 anos na tarde desta sexta-feira (06).

    Nascida em 06 de abril de 1835, a mais antiga Instituição capixaba comemorou a data com promoções e homenagens. Diversas autoridades civis e militares participaram do evento, que reuniu mais de 400 pessoas, dentre elas, o governador Paulo Hartung; o secretário de Segurança Pública, André Garcia; e o comandante-geral da PMES, Coronel Nylton Rodrigues Ribeiro Filho.

    Antes da solenidade militar, o governador realizou a entrega simbólica das chaves de 129 novas viaturas ao Coronel Nylton. O lote faz parte de um conjunto de mais 420 viaturas destinadas ao serviço de radiopatrulha, 100 novas caminhonetes para a Força Tática e 93 bases móveis comunitárias, que ainda serão entregues em 2018. De acordo com o comandante-geral da PM, esse é o maior investimento da história da Instituição. “Graças a uma gestão comprometida com a melhoria na prestação do serviço policial à sociedade, conquistamos esse importantíssimo avanço”, destacou.

    No início da celebração realizada no Salão São Tiago, o Hino Nacional Brasileiro foi cantado pelo Cabo Renan Fraga e acompanhado pela harpista da banda, a 2º Tenente Gláucia Lourenço da Silva Castilhos, e as flautistas Subtenente Eliúde Moreira, a 1º Sargento Larissa Prudêncio e a Soldado Samanta dos Santos.

    Tradicionalmente, durante a solenidade em comemoração ao seu aniversário, a PMES homenageia personalidades que se distinguiram no relacionamento com a Corporação. Neste ano, 30 pessoas foram condecoradas com o título “Amigo da PM”.

    Por ocasião das festividades, como forma de enaltecer o mérito profissional, a Polícia Militar concede medalhas “Valor Policial Militar” aos policiais militares, como reconhecimento pelo tempo de serviço dedicado à sociedade. Durante o rito, oficiais e praças com 28, 20 e 10 anos de profissão foram agraciados com as medalhas cor ouro, prata e bronze, respectivamente. Eles representaram inúmeros policiais que receberão as condecorações em suas Unidades de origem em datas definidas por elas.

    Outro ato marcante foi a promoção de 668 oficiais e praças aos postos e graduações imediatamente superiores. Desse número, 441 soldados foram promovidos a cabos.

    De acordo com as novas leis de promoção, anualmente, o aniversário da PMES é uma das datas escolhidas para que aconteçam novas promoções. As outras datas são: 25 de agosto (Dia do Soldado), 28 de outubro (Dia do Servidor Público) e 25 de dezembro (Natal).

    Além das promoções e da entrega de comendas, a Corporação reservou parte do cerimonial para agraciar o policial militar eleito como o destaque operacional do segundo semestre de 2017. Após a avaliação da comissão designada para escolher o destaque operacional, o Soldado William Chaves de Alcântara foi selecionado, devido ao seu desempenho nas atividades operacionais que elevaram o nome da PMES junto à sociedade. Entre outras ocorrências, o policial, que conta com oito anos de serviço, participou da apreensão de cerca de 700 tabletes de maconha no bairro Serra Dourada II, município de Serra, no dia 14 outubro de 2017.

    Na oportunidade, o Soldado William, que também foi promovido junto com outros 440 militares, recebeu uma placa alusiva à homenagem e em local de destaque foi acompanhado por familiares que afixaram em sua farda as suas insígnias de cabo da Polícia Militar.

    Em seu discurso, o comandante-geral da PMES destacou que o fato de a cerimônia ter sido realizada no Palácio Anchieta representa simbolicamente o processo de reconstrução pelo qual a Corporação tem passado, já que o local foi atingido por três incêndios ao longo da história e necessitou de reparos e restaurações, tornando-se um patrimônio histórico do Espírito Santo.

    Ao ressaltar a busca pela gestão estratégica e o aperfeiçoamento técnico, o Coronel Nylton pontuou a necessidade de modernização da PMES, contudo, preservando as tradições e os valores. “Não precisamos abrir mão de nossas tradições e valores para avançar”, disse.

    Por sua vez, André Garcia fez questão de destacar os relevantes serviços prestados pela PMES em sua história, recordando os inúmeros policiais militares que atuaram e atuam na defesa da vida e na preservação da segurança pública, a exemplo do recém-promovido Cabo William.

    Ao fazer uma breve recordação de sua trajetória como secretário de Segurança Pública, Garcia afirmou que aquele era o último ato na função, tendo em vista que o Coronel Nylton Rodrigues assumirá o comando da segurança pública estadual. Além disso, ele anunciou o novo comandante-geral da PMES, o Coronel Alexandre Ofranti Ramalho.

    Ao final do evento foi realizado o concerto da Banda de Música da PMES com a participação de artistas militares.

     

     

    Promoções de 668 militares

     

    Durante a solenidade no Palácio Anchieta, alguns militares de diversos postos e graduações foram convidados a receber suas novas insígnias, representando todos os demais policiais promovidos nesta sexta-feira (06).

    No quadro de oficiais combatentes, um tenente-coronel foi promovido ao posto de coronel e dois capitães ao posto de major.

    Na área da saúde, um tenente-coronel foi promovido ao posto de coronel do quadro de médicos; um capitão promovido ao posto de major do quadro de dentistas; um 1º tenente promovido ao posto de capitão do quadro de enfermeiros; um 1º tenente promovido ao posto de capitão do quadro de oficiais administrativos de saúde; nesse mesmo quadro, um 2º tenente foi promovido ao posto de 1º tenente; um subtenente promovido a 2º tenente; um 1º sargento promovido a graduação de subtenente; e quatro 2º sargentos promovidos à graduação de 1º sargento.

    No quadro de músicos, um 2º tenente foi promovido ao posto de 1º tenente; um subtenente promovido a 2º tenente e um 1º sargento promovido a subtenente.

    No quadro de oficiais administrativos, nove 1º tenentes foram promovidos ao posto de capitão; treze 2º tenentes ao posto de 1º tenente e 25 subtenentes ao posto de 2º tenente.

    E no quadro de praças combatentes, trinta e quatro 1º sargentos foram promovidos a subtenentes; quarenta e oito 2º sargentos a 1º sargento; oitenta e um 3º sargentos a 2º sargento e 441 soldados promovidos a cabo.






    Fonte: PMES

     

     

     

     

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.