ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Espírito Santo
    Governo anuncia promoções de 52 novos oficiais militares As promoções integram a nova Lei de Promoção de Oficiais, estabelecida a partir de julho
    (Foto: Fred Loureiro/Secom-ES)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    30 de Outubro de 2017 às 09h51
    (Atualizada) 30 de Outubro de 2017 às 09h51

    Cinquenta e dois oficiais de setores administrativos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram promovidos a novas patentes, na manhã da última sexta-feira (27), pelo governador Paulo Hartung.

    O ato de assinatura das promoções foi acompanhado pelo chefe de gabinete da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Marco Antônio Nascimento, do comandante-geral em exercício da Polícia Militar, coronel Rogério Maciel, e do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Marcelo D'Isep.

    São 38 promoções na Polícia Militar, distribuídas nas patentes de tenente-coronel, major, capitão, subtenente, sargento, primeiro e segundo tenente e cabo.

    Quatorze oficiais foram promovidos no Corpo de Bombeiros Militar. Eles atingem as patentes de capitão e primeiro e segundo tenente. As promoções anunciadas na sexta-feira permitirão que novos quadros sejam preenchidos, com promoções subsequentes.

    As promoções integram a nova Lei de Promoção de Oficiais, estabelecida a partir de julho.

    Segundo o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Marcelo D'Isep, a nova Lei estabelece critérios, padrões e prazo para as promoções.

    "A principal importância da nova Lei é que passamos a contar com quatro datas fixas para promoções, no ano. Esse calendário transmite segurança aos oficiais e praças, garantindo que a progressão passe a ter data fixa para ser anunciada", explicou D'Isep.

    O coronel Rogério Maciel, comandante-geral em exercício da Polícia Militar, destacou os benefícios do estabelecimento de calendário para promoções.

    "Gera tranquilidade aos oficiais e praças que passam a ser promovidos por critérios de merecimento. Quem ganha com esses critérios e a fixação das datas é a corporação", completou.




    Fonte: Governo ES

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.