ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Espírito Santo
    Fapes oferta 130 bolsas para cursos de mestrado e doutorado Toda a documentação necessária, assim como o procedimento de inscrição, está descrita nos editais 29 e 30/2018
    (Foto: Divulgação)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    05 de Fevereiro de 2019 às 14h56
    (Atualizada) 05 de Fevereiro de 2019 às 15h00

    A formação de pesquisadores no estado capixaba é garantida pela presença de 75 programas de pós-graduação avaliados e reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Para apoiar a preparação de mestres e doutores, a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) recebe propostas para cotas de bolsa até o dia 10 de fevereiro.

    Duas chamadas públicas estão abertas pelo Programa de Capacitação de Recursos Humanos na Pós-Graduação (PROCAP). A oferta é de 100 bolsas de mestrado, por um período de até 24 meses, e 30 de doutorado, num intervalo de até 48 meses. Somados, os recursos ultrapassam os R$ 6,7 milhões.

    São mais de 120 cursos de mestrado e doutorado, acadêmicos e profissionais, ofertados pelos programas de pós-graduação presentes no Espírito Santo e pelas redes de parcerias com instituições de outros estados, que podem ser contemplados com as bolsas.

    Os coordenadores dos programas vinculados a instituições de pesquisa, faculdades e universidades capixabas devem submeter as propostas do PROCAP na Plataforma SigFapes. Toda a documentação necessária, assim como o procedimento de inscrição, está descrita nos editais 29 e 30/2018, disponíveis no www.fapes.es.gov.br.

    “O objetivo é formar recursos humanos qualificados, apoiar a consolidação da pós-graduação no Espírito Santo e a melhoria da sua qualidade, além de contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico”, declarou Lucia Aparecida de Queiroz Araujo, que responde como diretora-presidente da Fapes.

    As chamadas são fruto da parceria entre a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), por meio da Fapes, e o Ministério da Educação, por meio da Capes.






    Fonte:Governo ES

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.