ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Espírito Santo
    Mais da metade das vacinações contra a febre aftosa ainda não foram comprovadas Os proprietários que não vacinarem ou não atualizarem seu rebanho estão sujeitos a multa
    (Foto: Divulgação)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    24 de Maio de 2018 às 07h53

    Os produtores rurais que possuem bois e búfalos com menos de dois anos de idade em suas propriedades precisam ficar atentos ao prazo final para a vacinação contra a febre aftosa, que se encerra na próxima quinta-feira (31).

     De acordo com o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), nesta etapa da campanha aproximadamente 700 mil animais precisam ser imunizados, mas, até o momento, foram comprovadas apenas 315 mil vacinações, número considerado baixo pelo órgão.

    “O índice de comprovação está em torno de 45%, mas muitos produtores deixam para realizar o procedimento nos últimos dias, portanto, é possível que muitos já tenham vacinado, mas ainda não atualizaram as informações junto ao Idaf”, explicou José Dias Porto Júnior, responsável pelo programa de febre aftosa no Instituto.

    Para quem ainda não comprou, as vacinas podem ser adquiridas, somente durante a campanha, em lojas agropecuárias cadastradas junto ao Idaf. Já a comprovação da vacinação, que é obrigatória, pode ser feita pela internet, até o dia 31 de maio, ou nos escritórios locais do órgão, até o dia 8 de junho.

    Os proprietários que não vacinarem ou não atualizarem seu rebanho estão sujeitos a multa. Além disso, a propriedade fica impedida de movimentar seus bovinos e bubalinos até que a situação seja regularizada. A atualização cadastral também é obrigatória para os produtores que não tenham animais em idade vacinal.

    Nos municípios

    Dentre os 78 municípios capixabas, Mimoso do Sul, Baixo Guandu e Pedro Canário são os que apresentam os melhores índices de comprovação de vacinação, todos com percentual acima de 50%. 

    Já as cidades de Pancas, Alegre e Santa Maria de Jetibá têm os menores índices de comprovação, cada uma com cerca de 25% das imunizações já registradas, em média.

    Em 2017

     Em maio do último ano, o Espírito Santo registrou o índice de 97,22% de comprovação de vacinação contra febre aftosa na primeira etapa da campanha coordenada pelo Idaf, que contempla animais com até dois anos de idade. O percentual corresponde à comprovação da vacinação de aproximadamente 603 mil animais em todo o Estado.

    Serviço

    Vacinas: podem ser compradas até o dia 31 de maio em lojas pecuárias. É necessário vacinar todos os bois e búfalos com menos de 2 anos de idade.

     Comprovação on-line: pode ser feita até o dia 31 de maio, pelo Sistema de Integração Agropecuária (Siapec), disponível no site do Idaf (www.idaf.es.gov.br). Caso não possuam o registro de acesso, os pecuaristas precisam ir até um escritório do Idaf para adquirir login e senha.

    Comprovação nos escritórios do Idaf: pode ser feita até o dia 8 de junho. Necessário levar documentos pessoais, declaração de vacinação e cupom fiscal de compra da vacina.

     
    Índices por regional:

    Regional

    Maior índice de comprovação

    Menor índice de comprovação

    Cachoeiro de Itapemirim

    Mimoso do Sul - 54,59% (18 mil)

    Alegre - 25,87% (25 mil)

    Cariacica

    Afonso Cláudio - 47,09% (10 mil)

    Santa Maria de Jetibá – 29,14% (1,3 mil)

    Colatina

    Baixo Guandu – 52,82% (9 mil)

    Pancas – 18,27% (7 mil)

    Nova Venécia

    Pedro Canário – 51,70% (7,2 mil)

    São Mateus – 30,47% (24 mil)

     
    Obs: os números entre parênteses representam o total do rebanho do município em idade vacinal.








    Fonte:Governo ES
     
    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.