ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Espírito Santo
    Governo autoriza realização de concurso para PMe o Corpo de Bombeiros O salário inicial de praças, após formação, é de R$ 3.272,06. Para oficiais a remuneração inicial é de R$ 6.716,48
    (Foto: Divulgação/Sesp)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    10 de Novembro de 2017 às 08h42

    O Governo do Espírito Santo autorizou, na manhã desta quinta-feira (9), a realização de concurso público para contratação de 437 policiais militares e bombeiros militares, combatentes e oficiais.

    A autorização foi assinada pelo governador do Estado, Paulo Hartung, ao lado do secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, André Garcia, da secretária de Estado de Recursos Humanos, Deyse Lemos, do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Nylton Rodrigues, e do comandante-geral, em exercício, do Corpo de Bombeiros, coronel Félix Gomes.

    Para a Polícia Militar serão 310 vagas. São 250 oportunidades para soldados, 20 para oficiais médicos, 30 para oficiais combatentes e 10 para praças para a banda de música. 

    Já o Corpo de Bombeiros oferecerá 120 vagas para praças e sete para oficiais combatentes. 

    Durante entrevista coletiva, o governador Paulo Hartung explicou que os concursos são viáveis por conta da política de austeridade fiscal implantada pelo Governo do Estado, que permitiu equilíbrio das contas públicas e pagamento de servidores e prestadores de serviços em dia.  Ele destacou ainda que, em breve, será autorizada a realização de concurso público para a Polícia Civil. “Estamos reforçando as instituições ligadas à Segurança Pública do Estado. Estes concursos estão previstos na peça orçamentária 2018”, destacou o governador.

    O secretário André Garcia destacou a capacidade do Espírito Santo em se organizar, superar crise e investir na recomposição de efetivo.

    "Vamos trabalhar a partir de agora para organizar o edital para que o concurso seja realizado ainda neste ano. Isso representa organização do Estado e respeito com recursos públicos que nos permitem, no momento em que outros Estados atravessam dificuldades e crises, anunciar concurso para recomposição do efetivo", explicou o secretário.

    A partir da autorização, a Secretaria de Segurança contratará a empresa organizadora dos concursos e divulgará o edital. Serão editais diferentes para atender às especificidades de cada corporação.

    Os aprovados no certame vão inaugurar a nova grade do curso de formação, que passará a ser de dois anos para os praças.

    "A formação desses policiais será mais completa. Regulamentamos por lei a formação de dois anos para os praças e três anos para os oficiais. O planejamento para esse momento vem desde 2015 e estamos repondo saídas, principalmente por aposentadorias. É um anúncio inicial de uma série de investimentos que faremos na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros Militar para a valorização das tropas", explicou o secretário. 

    Para concorrer a uma das vagas o candidato deve ter idade de 18 a 28 anos. O salário inicial de praças, após formação, é de R$ 3.272,06. Já estão inclusos a escala extra e o auxílio alimentação. 

    Para oficiais a remuneração inicial é de R$ 6.716,48. Nos próximos dias o Governo do Estado divulgará os detalhes do concurso destinado a Polícia Civil.

     


    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.