ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Geral
    Campanha de vacinação contra gripe termina sexta-feira (15) Pouco mais de 120 mil pessoas dos grupos prioritários ainda não foram imunizadas
    (Foto: Divulgação)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    12 de Junho de 2018 às 07h53
    (Atualizada) 12 de Junho de 2018 às 07h53

    A Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe 2018 termina na próxima sexta-feira (15), mas pouco mais de 120 mil pessoas dos grupos prioritários ainda não foram imunizadas. Segundo dados compilados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), das 963.932 pessoas que estão entre o público-alvo da campanha no Espírito Santo, 709.821 já foram imunizadas, o que representa 86,46% de cobertura total dos grupos prioritários com meta – crianças, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, indígenas, idosos e professores. Já nos grupos prioritários em que são apenas monitoradas as doses aplicadas, 128.273 pessoas foram vacinadas até o momento, totalizando 838.094 pessoas imunizadas no Estado.

    Conforme ressalta a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, o objetivo é que o percentual de vacinados nos grupos prioritários com meta chegue a 90% pelo menos (867.538 pessoas), conforme preconiza o Ministério da Saúde. Por isso, ela orienta que todas as pessoas que fazem parte do público-alvo, mas que não tomaram a vacina, procurem a unidade de saúde mais próxima de sua casa para garantir a proteção.

    Segundo Danielle Grillo, 51 dos 78 municípios capixabas já alcançaram a meta, o que coloca o Espírito Santo em 4º lugar entre os estados brasileiros que mais vacinaram, por enquanto, nesta campanha. Os grupos com maiores coberturas de vacinação até o momento são os indígenas (100%), idosos (97,02%), professores (93,63%) e puérperas (91,80%). Já os grupos com menores coberturas são trabalhadores da saúde (82,92%), crianças de 6 meses a menores de 5 anos (72,43%) e gestantes (68,92%).

     

    Ampliação do público-alvo

    Em ofício enviado às Secretarias de Estado da Saúde do país, o Ministério da Saúde recomenda que, a partir da próxima segunda-feira (18), “os municípios que ainda não tiverem atingido a meta de 90% deverão buscar estratégias para continuar vacinando os grupos prioritários da campanha contra influenza, em especial crianças, gestantes, idosos e pessoas com comorbidades, uma vez que a vacinação contra a influenza contribui sobremaneira para a redução das complicações, das internações e, consequentemente, da mortalidade decorrente das infecções pelo vírus da gripe nos grupos alvos já definidos”.

    O ofício orienta também que, a partir de segunda-feira (18), os municípios que ainda tiverem disponibilidade de vacina poderão estender a vacinação para crianças de 5 a 9 anos de idade e para adultos de 50 a 59 anos, não devendo ser contabilizadas como meta as doses aplicadas nesses grupos. A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, explica que, a partir desta data, poucos municípios capixabas devem ter vacinas remanescentes da campanha, considerando que o Estado está bastante avançado na vacinação dos grupos prioritários. No entanto, caso haja vacinas remanescentes, as doses devem ser ofertadas de acordo com a procura da população, respeitando o público definido pelo Ministério da Saúde.

     

     





    Fonte:SESA

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.