ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Geral
    Melhores do ano? Cuidado com o golpe da falsa pesquisa Todas as empresas que exploram atividades do ramo da estatística devem possuir um registro junto ao CONRE
    Autor: Rádio Conexão.ES
    16 de Janeiro de 2019 às 15h39
    Comerciantes, empresários, personalidades de Vargem Alta e outras cidades da região, já caíram na farsa de "suposta pesquisa", que teria como objetivo, a premiação aos destaques do ano nos mais diversos ramos de atividade.

    O Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Vargem Alta (ACE), Eugenio Agrizzi, alerta os comerciantes sobre o assunto, orientando que analisem as supostas pesquisas que eventualmente possam aparecer na cidade e evitem assim, cair em algum tipo de golpe.

    Usando de má fé, eles alegam ter realizado uma pesquisa de opinião pública, trabalho que as vezes nem é feito. E mesmo se quisessem, nem poderiam, pois, todas as empresas que exploram atividades do ramo da estatística devem possuir um registro junto ao CONRE – Conselho Regional de Estatística, órgão que regulamenta tal atividade.

    Segundo relatos, estas empresas visitam o comércio, iludem profissionais e personalidades, afirmando ter realizado a "pesquisa", promovem uma verdadeira “salada”, ao trocar premiações por serviços, à exemplo de músicos, fotógrafos, buffet e outros profissionais que colaboraram com o evento, recebendo como pagamento a premiação como destaque do ano na sua categoria de atuação.

    Fica o alerta para que os comerciantes, empresários e profissionais busquem informações de como essa pesquisa foi realizada, sua metodologia, amostragem e a idoneidade da empresa que está vendendo para não cair em um eventual golpe.


    Serviço: 

    Conselho Regional de Estatísticas - CONRE2  - http://www.conre2.org.br/

    Denúncias: http://www.conre2.org.br/ouvidoria/
    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.