Quem é o único responsável pela vida que você tem levado? - Rádio Conexão
ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Ideias
    Quem é o único responsável pela vida que você tem levado? A crença que a pessoa se colocou onde está é muito proveitosa e significa que pode conduzir o barco de sua própria vida
    Cláudio Pazetto é coach formado pela FEBRACIS
    Autor: Rádio Conexão.ES
    09 de Janeiro de 2018 às 09h23

    A autorresponsabilidade mostra que a própria pessoa é a única responsável pela vida dela. A resposta parece ser dura e acusadora, quando na verdade apresenta um poder libertador e de transformação que cada ser humano possui. A crença que a pessoa se colocou onde está é muito proveitosa e significa que pode conduzir o barco de sua própria vida.

    Com esse ponto de vista, caso não esteja satisfeito com os resultados obtidos, basta reconhecer o que está errado, as escolhas feitas, os caminhos trilhados e redirecioná-los. Há pessoas em situações contrárias que afirmam que as coisas “estão como Deus deseja”. Com habilidade estão extraindo de si a responsabilidade pelos resultados negativos e culpando, responsabilizando Deus.

    Segundo Paulo Vieira, “autorresponsabilidade é a crença de que você é o único responsável pela vida que tem levado,” portanto, é o único que pode muda-la. Os comportamentos, pensamentos e sentimentos criam a vida da pessoa, suas experiências. Responsabilize-se por suas atitudes, escolhas, sentimentos e bons pensamentos. Você está onde se colocou. Tudo o que comunicamos, pensamos e sentimos gera resultados e objetivos palpáveis.

    A atitude de autorresponsabilidade empodera, capacita a mudar o que deve ser mudado. Acreditar ou não em qualquer coisa é uma questão de escolha: que é o único responsável pela vida que tem levado e constrói as circunstâncias e acontecimentos ou acreditar que as coisas acontecem por obra do acaso.

    Quando pessoas de sucesso tem resultados indesejados, aprendem com eles e optam por uma estrutura mental correta e uma outra linguagem corporal: passam a falar e a pensar de modo diferente.

    As pessoas de grandes conquistas, após uma derrota,  assumem a responsabilidade pelos resultados e se perguntam “o que eu devo fazer de modo diferente para que da próxima vez os resultados sejam diferentes? ”

     

    Cláudio Pazetto é coach formado pela FEBRACIS

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.