ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Polícia
    Vereador pede CPI para investigar compra da Cachoeira do Caiado Marcos Moulon quer a investigação da cachoeira e outras irregularidades da gestão anterior.
    Foto do período da operação Canudal(Foto: Divulgação)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    14 de Março de 2018 às 07h44
    (Atualizada) 14 de Março de 2018 às 08h05

    O vereador Marcos Moulon (DEM) foi a tribuna da Câmara de Vargem Alta na sessão ordinária do ultimo dia 12 e pediu uma CPI para investigar supostas irregularidades na compra da Cachoeira do Caiado pela gestão anterior.

    Moulon falou sobre “matérias que deveriam ter cunho jornalístico, na verdade são textos com opiniões pessoais e estão sendo impulsionadas de forma paga no facebook para insuflar a população, confundir os Vargem Altenses e para tentar secar uma outra cachoeira, a Cachoeira da Canudal” disse o vereador.

    Vereador Marcos Moulon (DEM). Foto Divulgação.O vereador enfatizou que “acusam a atual administração de comprar mobiliário urbano para a Cachoeira, e esqueceram, não se sabe se por incompetência, ou por má-fé, de analisar a documentação do referido convênio, datada de 22 de dezembro de 2016 e assinada pelo então Prefeito João Bosco Dias, aquele mesmo investigado pela operação Canudal, em tese, por crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, formação de quadrilha, fraude à licitação, tráfico de influência, entre outros.”.

    Marcos Moulon prosseguiu em seu discurso afirmando ser “necessário investigar a compra dessa Cachoeira, é necessário investigar outros fatos que vão desde a reforma irregular de escolas até o asfalto que se desmanchou na Av. Tuffy David. Tudo isso é dinheiro do povo!”

    “O nosso papel de responsabilidade com a verdade e pedir a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito, na forma do art. 29 da Lei Orgânica do Município de Vargem Alta, para apurar a compra da Cachoeiro do Caiado, a qual, estranhamente, leva o nome de agente politico nomeado em cargo comissionado no Gabinete do Prefeito da Gestão anterior” disse Marcos Moulon.

    A redação não conseguiu contato com o ex-prefeito para comentar sobre o assunto.

     

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.