ESCOLHA A SUA CIDADE
    HORA CERTA
    Vargem Alta
    Vargem Alta ganha câmara refrigeradora de vacinas O equipamento foi entregue pela Secretaria Estado da Saúde
    (Foto: Divulgação/SESA ES)
    Autor: Rádio Conexão.ES
    15 de Maio de 2019 às 10h39
    O município de Vargem Alta recebeu na tarde da última segunda-feira (13), uma câmara refrigeradora para o acondicionamento de vacinas. O equipamento foi entregue pela Secretaria Estado da Saúde (Sesa). O evento de entrega contou com a presença de representantes de 15, dos 18 municípios contemplados.

    Na abertura, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, parabenizou os municípios capixabas pela cobertura vacinal e lembrou da importância do cuidado com os novos equipamentos. 

    “O Espírito Santo tem sido um exemplo. E isso reforça ainda mais a tese de que os municípios dão conta da saúde pública, de cumprir suas metas e garantir o acesso da população, no nível de prevenção, da promoção da saúde e no nível assistencial. E como gestores, é importante que consigamos fazer com que esses equipamentos tenham estabilidade. São equipamentos de alta tecnologia e que demandam cuidados”, disse o secretário.

    A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, destacou a importância das câmaras refrigeradoras vacinais. “É um incentivo que nós, enquanto Estado, que estamos trabalhando conjuntamente com os municípios para que possamos melhorar as coberturas vacinais, para evitar que tenhamos retorno de algumas doenças Imunopreveníveis. É o comprometimento do Estado, das regionais e dos municípios com a questão da imunização da população capixaba”, afirmou.

    Os municípios contemplados são Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Ibiraçu, Conceição do Castelo, Itarana, Laranja da Terra, Pedro Canário, Ponto Belo, Vila Pavão, Apiacá, Bom Jesus do Norte, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibitirama, Iconha, Jerônimo Monteiro, Muniz Freire e Vargem Alta.

    Câmaras Refrigeradoras

    Os equipamentos foram adquiridos com recurso federal da ordem de R$ 349.200,00 para dar maior qualidade na conservação das vacinas e aperfeiçoar o trabalho de imunização nos municípios.

    As vacinas demandam cuidados especiais, uma vez que são produtos com alta sensibilidade às alterações de temperatura e à luz. Assim, devem ser armazenadas e monitoradas adequadamente para manter a eficácia e potência, ou seja, sua capacidade de resposta imunológica.

    COMENTÁRIOS *
    * Opiniões expressas na área "Comentários" são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representa o posicionamento da Rádio Conexão.